Notícias Segurança

Proteção avançada do Google dificulta roubo de dados com chave física

O Google anunciou o lançamento do programa de proteção avançada (Advanced Protection Program ou APP). O novo serviço, que já está disponível para usuários brasileiros, reúne medidas que prometem blindar o acesso às contas da empresa, como o Google Drive e o Gmail. Essa é uma forma da empresa de oferecer segurança extra contra ataques de hackers visando o roubo de informações sigilosas, como documentos e fotos — usando uma chave física.

Entenda como funciona o APP, quais as funções do serviço, para quem ele é destinado e o que é necessário para ativá-lo também no Brasil.

Proteção avançada do Google dificulta roubo de dados com chave física.
Proteção avançada do Google dificulta roubo de dados com chave física.
O que é?

O programa de proteção avançada do Google é baseado em três pilares centrais: proteção contra phishing, um controle mais rígido ao acesso às contas da empresa e e uma forma mais detalhada para desbloqueio quando for identificada a tentativa de invasão no Google Apps.

Chave de segurança

Para isso, o Google passa a exigir aos usuários que possuem contas com proteção avançada a verificação em duas etapas utilizando uma chave física. Essa chave nada mais é do que um dongle USB, parecido com um pendrive. O dispositivo é o mesmo adotado pelo Facebook neste ano.

Proteção avançada do Google dificulta roubo de dados com chave física.
Proteção avançada do Google dificulta roubo de dados com chave física.

A pessoa só consegue fazer o login no serviço se a chave de segurança estiver conectada ao computador. O modelo, desenvolvido pela Yubico, custa nos EUA US$ 18, cerca de R$ 60. Outra versão, com conexão Wireless para ser usado junto ao celular, sai por US$ 25, cerca de R$ 80.

Este tipo de verificação é um método eficiente para proteção contra ataques de phishing. Como o acesso é liberado apenas com o uso da chave física, o hacker não teria como efetuar o login, mesmo se souber a senha — sendo bloqueado automaticamente por falta da chave.

Este método também é mais seguro do que a verificação de duas etapas comum. Como não necessita do envio de SMS, o criminoso não consegue ter acesso a conta mesmo se estiver de posse do smartphone do usuário.

Bloqueio a aplicativo de terceiros

Um app no qual você usou a conta do Google para fazer login pode ser alvo de ataque e, consequentemente, deixar os dados sensíveis vulneráveis. Por isso, quem tem o programa de proteção avançada não pode fazer login em aplicativos de terceiros, como um cliente de e-mail, por exemplo — apenas em apps do Google. Vale ressaltar também que o serviço só funciona no Chrome, o navegador da gigante de buscas.

A recuperação de conta no programa de proteção avançada é mais trabalhosa. O Google promete mais etapas de verificação na hora de redefinir a senha.

Proteção avançada do Google dificulta roubo de dados com chave física.
Proteção avançada do Google dificulta roubo de dados com chave física.
Para quem o APP é recomendado?

O Advanced Protection Program foi criado para oferecer mais segurança para quem lida com dados sensíveis, como jornalistas ou políticos. No entanto, o recurso de segurança é disponível para qualquer usuário, bastando apenas comprar uma chave física. Lembrando que sem ela, não é possível fazer login nas contas dos serviços do Google.

Então, se você não está propenso a ser alvo de um ataque direcionado — quando uma ameaça é desenvolvida especificamente para alguém —, o APP pode não ser a solução ideal. A verificação de duas etapas normal já é suficiente para manter a conta protegida como um usuário comum.

Via Google CNET

Sobre o autor

Elton Torres

Sou gamer desde 2008, fazendo projetos digitalmente artísticos. Sou colunista no ForumWall nas áreas de informação, tecnologia e, na maioria das vezes, notícias pertinentes.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.